Acordamos cedo para percorrer os 170km de estrada de chão de Cachi até Cafayate. E pasmem, o carro não passou de 40km/h! Fiquei com dó do paliozinho que trepidava demais! Algum problema em ir com carro comum? Nenhum! Mas a gente via aquelas camionetas passando por nós com todo o seu ar de superioridade e ficava claro que, neste trecho, elas se saiam melhor!

Se eu estava com medo da estrada de Salta até Cachi imagina agora? Muitas vezes só era possível passar 1 carro por vez. Foi muito difícil avistar com antecedência os carros que vinham contra pois as curvas são muito fechadas e com montanhas. Valeu a pena? Hoje eu não consigo dizer! Passamos por uma paisagem incrível, que se chama Quebrada de Las Flechas! Foram os 5 minutos de maior êxtase da viagem, ficamos tão animados, falando que só por isso estava valendo a pena e blá blá blá, depois de 5 minutos já estávamos arrependidos de novo de ter pego essa estrada!

Ufa, chegamos a Cafayate e os últimos 25km são de asfalto! A cidade é muito fofa e pequena! Preciso dizer que foi onde eu vi os ponchos mais lindos! Os vinhos da região de Cafayate são muito conhecidos pela qualidade das uvas cultivadas na altitude. Demos uma volta no centro, compramos uns vinhos, o Thiago experimentou o sorvete de vinho e voltamos para Salta através da rota 68. TUDO asfaltado! E a paisagem LINDA! Por isso, deixo como sugestão: você ir e voltar de Salta a Cafayate pela rota 68, conheça os vinhedos e volte no dia seguinte pela mesma rota! Se você tem um carro um pouco maior e gosta de um pouco mais de aventura, faça a mesma rota que fizemos! É linda também!

Na estrada de volta para Salta você faz algumas paradas em monumentos naturais, tais como o Obelisco, o Anfiteatro e a Garganta Del diablo, tudo esplendoroso! A garganta Del Diablo é uma das mais conhecidas, e para chegar ao final dela, você tem que fazer umas pequenas escaladas! O monumento que nós dois mais gostamos foi o Anfiteatro!

Resolvemos que dormiríamos em Salta e como não havíamos reservado hotel, ficamos um tempão procurando um que tivesse internet e garagem! Quando você viaja de carro e sem destino certo essas duas coisas são essenciais: o carro precisa ficar seguro e a internet é necessária para planejar o próximo dia.

Bom, esperamos que gostem! 😉

  • 350km de Cachi, Cafayate até Salta
  • Altitude em Cachi: 2.530m
  • Altitude em Cafayate: 1.683m
  • Altitude em Salta: 1200m
  • Pedágios: nenhum pedágio
  • Hotel: Hotel Continental

 ‪#‎ExpediçãoGiraffesInLove


IMG 0319IMG 0323IMG 0332IMG 0333IMG 0336IMG 0341IMG 0343IMG 0348IMG 0355IMG 0368IMG 0391IMG 0399IMG 0407IMG 0430IMG 0451IMG 0501IMG 0521IMG 0550IMG 0554IMG 0580IMG 0592IMG 0647IMG 0663IMG 0674IMG 0687IMG 0689IMG 0696IMG 0706IMG 0710IMG 0717IMG 0720IMG 0734IMG 0756IMG 0768IMG 0774IMG 0777IMG 0788IMG 0815IMG 0820IMG 0834IMG 0849IMG 0856IMG 0866IMG 0872IMG 0882IMG 0889IMG 0907IMG 0910IMG 0912IMG 0914IMG 0936IMG 0939IMG 0952IMG 0965IMG 0996IMG 1004IMG 1015IMG 1026IMG 1059

Veja mais sobre a nossa aventura nos links abaixo! 🙂

Brasil

Dia 1: Araranguá

Dia 2: Araranguá – Porto Alegre

Dia 3: Porto Alegre – Chuí

Uruguai

Dia 4: Chuí – Punta del Este

Dia 5: Punta del Este – Colonia del Sacramento

Dia 6: Colonia del Sacramento – Buenos Aires

Argentina

Dia 7: Buenos Aires

Dia 8: Buenos Aires – Córdoba

Dia 9: Córdoba – Mina Clavero

Dia 10: Mina Clavero – Mendoza

Dia 11: Mendoza

Dia 12: Mendoza – Los Andes

Chile

Dia 13: Los Andes – Santiago

Dia 14: Ski em Farellones

Dia 15: Cidade de Santiago

Dia 16: Santiago – La Serena

Dia 17: La Serena – Copiapó

Dia 18: Copiapó – Antofagasta

Dia 19: Antofagasta – San Pedro de Atacama

Dia 20: San Pedro de Atacama

Dia 21: San Pedro de Atacama

Dia 22: San Pedro de Atacama

Dia 23: San Pedro de Atacama – Salta

Argentina

Dia 24: Salta

Dia 25: Salta – Cachi

Dia 26: Cachi – Salta

Dia 27: Salta – Resistência

Dia 28: Resistência – Alegrete

Brasil

Dia 29: Alegrete – Novo Hamburgo

Dia 30: Novo Hamburgo – Lages

Dia 31: Lages – Florianópolis

deixar um

Comentário