Olá!

Saímos de Salta cedo porque a viagem era longa até a cidade de Resistência! O GPS, como sempre, fez a gente dar aquelas duas voltinhas desnecessárias em volta do mesmo lugar e atrasamos a saída da cidade!

A rota 9 foi muito tranquila, pistas duplas e asfalto muito bom! Já a rota 16 a pista é simples e com bastante falhas. Houve um trecho (entre Pozo Uno e Monte Quemado) que ficamos apavorado com a quantidade de buracos! Pareciam crateras lunares! Horrível!

Ainda estamos ansiosos pelo momento que seremos parados pelos famosos policiais argentinos corruptos, mas até agora nada! O Thiago estava tão frustrado com a situação que resolveu parar por conta própria! Hehe! Figura! O policial ainda fez uma piada sobre a gente cuidar ao dirigir naquele trecho porque haviam 7 buracos para cada 1 metro! Isso te lembra algo? 7×1 Alemanha x Brasil? O pior é que só fomos entender uns 30 minutos depois! Hehehe!

Encontramos um casal viajando com um carro com placa da Europa no caminho! Esses vieram de longe! Que aventura!

A nossa chegada em Resistência foi um tanto quanto desastrosa! Chegamos bem na hora que o jogo da Argentina e Holanda havia terminado. O único endereço de hotel que tínhamos em mãos era no centro (o único do Booking)! Decidimos que iríamos até lá e que pararíamos a cada hotel que encontrássemos no caminho! Não houve tempo para isso! As ruas foram fechadas e mais rápido do que um tsunami elas se encheram de argentinos gritando e comemorando, em cima dos seus carros, várias pessoas, muitas motos e no meio de toda aquela bagunça aparece um homem a cavalo! O cavalo chegou a bater no retrovisor do nosso carro e até esse momento eu realmente não estava me importando com uma galera gritando “brasileiro, olha é brasileiro” ou “7 a 1”, mas depois de ter visto o cavalo e ter me dado conta de que não sairíamos dali tão cedo, comecei a ficar muito nervosa! Ainda bem que com toda a tranquilidade o Thiaguinho nos tirou dessa! 

Não tivemos a oportunidade de sequer ter a chance de achar um hotel. Mas na saída da cidade encontramos um motel (super romântico!!!). No fim tudo certo! Carrinho inteiro e nós também! Foi muito tenso!

  • 817km de Salta até Resistência 
  • Altitude em Salta: 1200m
  • Altitude em Resistência: 50m
  • Pedágios: 
  • Hotel: Hotel El Faro

 ‪#‎ExpediçãoGiraffesInLove

IMG 1069IMG 1070IMG 1083IMG 1085IMG 1105IMG 1116IMG 1125IMG 1126IMG 1127IMG 1128IMG 1135IMG 1147IMG 1155IMG 1156IMG 1171

Veja mais sobre a nossa aventura nos links abaixo! 🙂

Brasil

Dia 1: Araranguá

Dia 2: Araranguá – Porto Alegre

Dia 3: Porto Alegre – Chuí

Uruguai

Dia 4: Chuí – Punta del Este

Dia 5: Punta del Este – Colonia del Sacramento

Dia 6: Colonia del Sacramento – Buenos Aires

Argentina

Dia 7: Buenos Aires

Dia 8: Buenos Aires – Córdoba

Dia 9: Córdoba – Mina Clavero

Dia 10: Mina Clavero – Mendoza

Dia 11: Mendoza

Dia 12: Mendoza – Los Andes

Chile

Dia 13: Los Andes – Santiago

Dia 14: Ski em Farellones

Dia 15: Cidade de Santiago

Dia 16: Santiago – La Serena

Dia 17: La Serena – Copiapó

Dia 18: Copiapó – Antofagasta

Dia 19: Antofagasta – San Pedro de Atacama

Dia 20: San Pedro de Atacama

Dia 21: San Pedro de Atacama

Dia 22: San Pedro de Atacama

Dia 23: San Pedro de Atacama – Salta

Argentina

Dia 24: Salta

Dia 25: Salta – Cachi

Dia 26: Cachi – Salta

Dia 27: Salta – Resistência

Dia 28: Resistência – Alegrete

Brasil

Dia 29: Alegrete – Novo Hamburgo

Dia 30: Novo Hamburgo – Lages

Dia 31: Lages – Florianópolis

deixar um

Comentário